As autoridades sanitárias brasileiras tomam conhecimento, nesta segunda-feira, da decisão do governo espanhol de desaconselhar o uso dos medicamentos para emagrecer, produzidos pela Herbalife, após uma sequência de nove casos de toxidade hepática que se suspeita estarem associados a esses suplementos alimentares. O governo de Portugal ainda não constatou nenhuma reação adversa provocada pelos medicamentos, segundo afirmou a jornalistas, neste domingo, a subdiretora-geral da Saúde, Graça Freitas. 

  

“Trata-se apenas de uma recomendação de “precaução” aos consumidores, por parte do Ministério da Saúde espanhol, mas ainda não há qualquer notificação à Rede Europeia de Alerta Rápida de Alimentos, embora as autoridades portuguesas estejam acompanhando de perto os próximos fatos”, disse Freitas.  

  

Enquanto o Ministério da Saúde da Espanha aguarda os resultados de mais análises sobre o medicamento, vendido também no Brasil, para decidir se novas medidas restritivas serão necessárias, ficará mantida a recomendação de precaução aos consumidores. Em comunicado, as autoridades referem-se aos pelo menos 9 casos de suspeita de reações adversas aos produtos da marca Herbalife, ocorridos entre 2003 e 2007.  

  

Os produtos Herbalife se inserem na categoria de suplementos alimentares, portanto, não precisam ser comercializados em farmácias ou centros especializados. A forma de entrega diretamente em domicílio, por meio de uma rede de distribuidores, forma uma estrutura do tipo pirâmide, o que dificulta o acompanhamento dos produtos junto aos consumidores. O fato, no entanto, não impediu que o Centro de Farmacovigilância Regional do Principado das Astúrias notasse os primeiros casos de possível intoxicação hepática. 

  

A Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos Sanitários já recolheu informação sobre 9 situações que serão investigadas. Esses, no entanto, não são os únicos casos suspeitos. Há outros 9 casos de possíveis reações adversas registrados entre 1992 e 2006, em países da União Europeia, outros 6 na Islândia, 22 na Suíça e 1 em Israel, segundo constataram as autoridades espanholas.

Últimas Buscas Realizadas:

  • produtos da herbalife suspensos

Nenhuma matéria relacionada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>